Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes

Pirataria no Transporte

PIRATARIA NO TRANSPORTE

 

CNTTL/CUT lança Campanha contra o transporte pirata!

 

Há mais de 11 anos, a CNTTL/CUT vem denunciado aos trabalhadores e à sociedade os grandes prejuízos do transporte pirata à sociedade. Algumas das principais consequências são: fechamento de mais de 100 mil postos de trabalho; aumento dos congestionamentos provocados por vans e ônibus clandestinos; aumento do número de mortos e feridos nas ruas e avenidas das cidades brasileiras.
Além disso, os empregos gerados pelo transporte clandestino são baseados na sonegação fiscal/ trabalhista e, muitas vezes, são ocupados por mão-de-obra infantil.
Muitos municípios promoveram sua regularização ao longo destes anos, porém, apesar dos danos causados aos cofres públicos, algumas localidades não regularizaram o sistema, permitindo sua existência e até mesmo sua ampliação.
As alternativas para combatê-lo são a criação de sistemas integrados, a segmentação da oferta regular, a criação de corredores exclusivos, a reestruturação da oferta e a redução de custo.
Vale destacar que o transporte é um instrumento eficaz de política pública, para reforma urbana, para um processo sustentável de inclusão social e de geração de empregos com distribuição de renda, o transporte pirata caminha na contramão destes princípios, por isso, é nosso papel e dever denunciá-lo!

Participe você também!
A CNTTL/CUT tem realizado diversas manifestações sobre a degradação causada pelo transporte pirata, criticando essencialmente a omissão das autoridades competentes para proibir sua presença no transporte público.
A Confederação promoveu uma intensa jornada de lutas em Brasília; e produziu um dossiê mostrando os principais problemas e participou de audiências com autoridades do governo federal, especialmente, com os Ministérios das Cidades, Trabalho e Casa Civil.
Com a finalidade de envolver os trabalhadores, a Confederação lançou um e-mail: chegadetransportepirata@cntt-cut.org.br . as pessoas que queiram participar é só enviar uma mensagem de protesto (com nome/localidade e RG).
As assinaturas eletrônicas serão transformadas em um documento (abaixo-assinado) e serão encaminhadas aos órgãos responsáveis.

Diga não ao transporte pirata, à violência no trânsito, à degradação do meio-ambiente e à exclusão social. Participe da Campanha!

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: