Justiça derruba portaria que desviava recursos sociais para publicidade de Temer

Governo ilegítimo previa o desvio de R$ 203 milhões de áreas sociais para a publicidade do Planalto

Por: Revista Fórum
Publicação: 06/06/2018
Imagem de Justiça derruba portaria que desviava recursos sociais para publicidade de Temer

divulgação

A Justiça derrubou, na noite dessa terça-feira (5), a portaria do governo Michel Temer que desviava R$ 203 milhões de áreas sociais para a publicidade do Planalto. A ação foi movida pela bancada do PSOL na Câmara dos Deputados. O juiz Renato Borelli, da 20ª Vara do Distrito Federal, acolheu o argumento de que a portaria do Ministério do Planejamento “é lesiva ao patrimônio, em especial pela situação de crise do país e pelo fato de que está sob os efeitos da Emenda Constitucional 95, que congela investimentos por 20 anos”.

Na ação, o PSOL argumentou também que a portaria que “remanejou recursos para a comunicação institucional da Presidência da República visa não a gerar garantia de transparência da administração pública, ou do direito à informação, mas a realizar propaganda do governo com finalidade de aumentar a força eleitoral do atual ocupante do cargo de Presidente da República”.

Para o juiz, o ato do governo Temer fere a boa-fé atribuída pelos cidadãos ao governo, “restando demonstrada a ineficiência na alocação de recursos públicos, uma vez que enfraquece programas fundamentais em prol da promoção do governo em ano eleitoral”.

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: