Guarulhos: Rede Sindical LATAM/ITF debate ações para combater práticas da empresa que ferem os direitos
Próxima reunião está prevista para novembro
Por: Vanessa Barboza, Redação CNTTL
Publicação: 19/05/2017
Imagem de Guarulhos: Rede Sindical LATAM/ITF debate ações para combater práticas da empresa que ferem os direitos

Dirigentes da Rede Sindical LATAM-ITF - Fotos: Dino Santos/Mídia Consulte

Após dois dias de ricos debates, terminou na quarta-feira (17)  o Encontro Internacional da Rede Sindical LATAM, que contou com o apoio da ITF (Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes) e da Fundação alemã Friedrich Ebert, que apoia projetos de educação na área social em todo mundo.

O evento foi realizado nos dias 16 e 17 de maio, no hotel Bristol Airport Guarulhos, na grande São Paulo, e reuniu cerca de 60 dirigentes aeronautas, aeroviários e aeroportuários da Colômbia, Equador, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile e Brasil.

No último dia do Encontro, os sindicalistas realizaram trabalhos em grupo que debateram a importância da segurança de voo, a atuação da Rede Sindical nos países onde não há Acordo Coletivo de Trabalho/ Convenção Coletiva, como, por exemplo, no Paraguai e Equador, e o lançamento da Campanha da ITF que combaterá a precarização na mão de obra e as demissões, que têm atingido principalmente os mecânicos de aeronaves.

 

Orisson Melo, dirigente da FENTAC e diretor do Sindigru

 

“A LATAM atua hoje com a apenas 30% da mão de obra de mecânico de aeronave. Isso é claramente um sinal de que a segurança de voo está comprometida”, pontuou Dina Feller, coordenadora da Rede Sindical LATAM-ITF.

O dirigente da FENTAC e diretor do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos (Sindigru), Orisson Melo, aproveitou a ocasião e falou sobre a Frente Nacional pela Aviação Segura (FNAS) – iniciativa da FENTAC, dos sindicatos dos aeroviários filiados e da Associação Brasileira de Mecânicos de Manutenção de Aeronaves (ABMMA) –  que luta pela manutenção da função do mecânico de pista na inspeção das aeronaves. “Estamos promovendo ações para informar a sociedade sobre essa prática nefasta das empresas aéreas que visa  substituir o mecânico profissional por uma mão de obra não qualificada”, destacou. 

O evento também revelou dados sobre a rotatividade. Segundo levantamento da Rede Sindical LATAM/ITF, apenas 13% dos trabalhadores conseguem permanecer na empresa por mais de 12 anos e 55% trabalham por três anos. Em relação à força de trabalho, o Brasil é responsável por 51% da mão de obra da LATAM e conta com apenas 3% de trabalhadoras mulheres. 

Durante os debates, o presidente do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) e dirigente da FENTAC, Luiz da Rocha Pará,  manifestou  preocupação com a aprovação da lei da terceirização irrestrita, sancionada pelo  governo Temer. “ Diante dessa nova conjuntura, temos que nos manter em alerta nas bases”, pontuou Pará.

 

Luiz da Rocha Pará, presidente do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) e dirigente da FENTAC


Parceria LATAM e Qatar Airlines 

Os dirigentes latino-americanos e brasileiros também debateram a recente parceria entre a Qatar Airlines e a LATAM, na qual a companhia do Oriente Médio tem operado em rotas importantes na região da América Latina, como em Guarulhos (SP), Rio Galeão (RJ) e Santiago, no Chile. “A Qatar tem operado em condições próprias com aviação, trabalhadores e manutenção, o que caracteriza precarização na nossa região e as consequências dessa prática são devastadoras. A Qatar oferece um salário atrativo, mas as condições de trabalho são quase escravistas”, salienta Dina. 

A Campanha permanente “Mulheres Transportando o Mundo”, uma iniciativa da ITF, foi divulgada aos participantes e tem objetivo de combater a desigualdade de gênero, o assédio e a violência contra a mulher no setor de transporte. “Conseguimos avanços positivos e estamos aprimorando as ações, com apoio da Organização Internacional do Trabalho  (OIT)”, contou Dina.

 

 

Dina Feller, coordenadora da Rede Sindical LATAM-ITF

 

Questionário ITF

Mara Meiry Tavares, dirigente do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina) e Secretária da Mulher da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística da CUT (CNTTL), falou sobre o questionário lançado pela ITF, que visa identificar ocorrências de abuso contra as trabalhadoras. “É importante que todos acessem esse conteúdo para que tenhamos essas informações mapeadas e possamos agir contra isso”, ressaltou Mara.

O questionário também apresenta perguntas sobre as ações desenvolvidas pelos sindicatos, como por exemplo: campanhas e a participação nas políticas das empresas. A enquete está  disponível em espanhol no link https://www.surveymonkey.co.uk/r/ETR_Espanol

 

Mara Meiry Tavares, dirigente do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina) e Secretária da Mulher da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística da CUT (CNTTL)

 

Estudos brasileiros

No encontro, Nilton Mota, dirigente da FENTAC, do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) e Secretário Geral  da CNTTL  falou sobre o estudo inédito do Centro de Estudos Sindicais e Economia do Trabalho da Unicamp (Cesit), encomendado pela FENTAC, que revela dados alarmantes sobre a terceirização na aviação. Entre eles, que a grande maioria dos trabalhadores terceirizados desempenha as atividades-fim da companhia aérea, ou seja, nos setores de rampa e bagagem, e trabalham no mesmo ambiente dos efetivos recebem em média 40% do salário de um trabalhador efetivo. 

“Para a empresa aérea é conveniente manter uma grande parte como prestador de serviço porque é um trabalho exaustivo, causa adoecimento, estresse e doenças ocupacionais. É uma forma das empresas “terceirizarem isso”. Já a prestadora tem rotatividade altíssima e quando percebem adoecimento, ela demite e contrata novos”, relata Mota.

A FENTAC junto aos sindicatos tem atuado ativamente em suas bases contra essa prática. 

 

Nilton Mota, dirigente da FENTAC, do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) e Secretário Geral  da CNTTL

 

Já o diretor de comunicação da Federação e presidente do Sindigru, Rodrigo Maciel, deu informe sobre seu livro “Quem serão os aeroviários?”, produzido com apoio da FENTAC e do Sindicato. “Há poucos estudos sobre a profissão e nossa função na aviação é extremamente importante. Na minha pesquisa eu abordo quem são esses profissionais, as transformações no ambiente de trabalho e o futuro da categoria. No céu não tem acostamento para o piloto parar, portanto, o aeroviário é peça fundamental na segurança de voo”, pontua Maciel. O livro foi entregue aos participantes no evento. Também foi distribuída a Cartilha da Mulher na Aviação que destaca o perfil e as conquistas das aeroviárias e aeroportuárias.

 

Rodrigo Maciel, diretor de comunicação da FENTAC e presidente do Sindigru

 

Compromissos

Entre os compromissos definidos pelos dirigentes latinos americanos e brasileiros estão a melhoria constante na comunicação interna da Rede Sindical, bem como a participação ativa dos países e a definição de uma agenda de ações em prol dos trabalhadores da companhia aérea. O próximo encontro está previsto para o mês de novembro.  

“Nesses dois dias conseguimos definir importantes encaminhamentos para enfrentar a conjuntura política, principalmente aqui no Brasil, que visa a retirada de direitos dos trabalhadores da aviação e também da classe trabalhadora. Com unidade, vamos intensificar nossas ações para barrar qualquer tipo de retrocesso”, avalia o presidente da FENTAC, Sergio Dias.

 

Sergio Dias, presidente da FENTAC

 

Encontro de tripulantes 

No início do mês de julho será realizado um encontro com os tripulantes de cabine da LATAM, em Santiago, no Chile. A atividade vai deliberar a questão de vendas a bordo, medida que a companhia aérea quer implementar na Argentina e no Brasil, entre outros assuntos.

 

 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: