Espírito Santo: Portuários vão participar da greve geral no dia 28
As atividades em todo o complexo portuário do Estado vão parar por 12 horas, das 7h às 19h A informação é do Sindicato Unificado da Orla Portuária (Suport-ES)
Por: Redação CNTTL com Suport-ES
Publicação: 17/04/2017
Imagem de Espírito Santo: Portuários vão participar da greve geral no dia 28

Foto: Sindicato

Os portuários avulsos e vinculados de todas as categorias aprovaram, em assembleia conjunta realizada na sexta-feira (7), no Sindicato dos Estivadores, a adesão à greve geral do dia 28 de abril e paralisar as atividades em todo o complexo portuário do Estado por 12 horas, das 7h às 19h. A informação é do Sindicato Unificado da Orla Portuária (Suport-ES).

De acordo com o Sindicato, os companheiros estão conscientes de que os projetos do governo golpista de Temer de reformas Trabalhista, da Previdência e aprovação da PL 4302 (Terceirização) trazem prejuízos diretos à categoria e a toda classe trabalhadora com ainda mais demissões e precarização das atividades.

“Trata-se do desmonte da Previdência Pública e da retirada dos direitos trabalhistas garantidos pela CLT, um verdadeiro retrocesso nos direitos conquistados com muita luta pelos trabalhadores”, destaca a direção do Sindicato.

A decisão segue orientação da plenária das três Federações, Federação Nacional dos Portuários (FNP), Federação Nacional dos Estivadores (FNE) e  Federação Nacional dos Conferentes e Consertadores de Carga e Descarga, Vigias Portuários, Trabalhadores de Bloco, Arrumadores e Amarradores de Navios  (FECCONVIB) realizada no Rio de Janeiro, nos dias 9 e 10 de março, e também da CUT e demais centrais sindicais.

28 de abril, greve geral

 A CUT e as centrais sindicais definiram o dia 28 de abril para um novo movimento nacional de protestos e paralisações contra as reformas do governo golpista de Temer, incluindo Previdência, legislação trabalhista e terceirização. "Vamos parar o Brasil" é o tema da mobilização, que ocorrerá às vésperas do 1º de Maio e pretende influenciar nas propostas em discussão no Congresso.

O presidente da CNTTL, Paulo João Eustasia, o Paulinho da CUT, está otimista com a mobilização do dia 28. “Essa greve geral vai marcar a história do nosso país por conta da unificação de todas as centrais. Temos que estancar essa devastação feita pelo governo golpista contra os trabalhadores. Eu nunca vi antes na história do transporte essa unidade e a determinação para fazer essa mobilização. O empenho de todas as categorias será fundamental. Não podemos falhar, todos devem articular suas bases para essa importante luta”, alerta Paulinho.   

 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: