CNTTL/CUT convoca protesto nacional dos trabalhadores em transportes públicos nesta quarta (16)

Paralisação será realizada das 00h às 9h da manhã; ato destacará as bandeiras: mais segurança, garantia do cobrador/agente de bordo, em defesa da democracia e não ao golpe

Por: Viviane Barbosa, da Redação CNTTL
Publicação: 09/12/2015 às 19:05 - Atualização: 15/12/2015 às 12:33
Imagem de CNTTL/CUT convoca protesto nacional dos trabalhadores em transportes públicos nesta quarta (16)

Arte Mídia Consulte

Nesta quarta-feira (16), a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística, filiada à CUT, (CNTTL/CUT) fará um protesto nacional dos trabalhadores em transportes públicos (motoristas, rodoviários, cobradores e agentes de bordo). A mobilização conta com o apoio da CUT Nacional.

Também se somarão ao movimento sindicatos filiados a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e a União Geral dos Trabalhadores (UGT). Outras centrais também participarão.

A mobilização acontecerá das 00h às 9h, no dia 16, e envolverá na base da CNTTL/CUT: rodoviários, motoristas, cobradores e agentes de bordo nas cidades de Alagoas, Brasília, Cascavel (Paraná), Feira de Santana, Guarulhos, Juiz de Fora, Maringá, Maceió, Natal, Piauí, Salvador, Sorocaba e em diversas outras. Os protestos iniciarão com o prazo 72 de horas, respeitando a legislação.

O protesto nacional cobrará mais segurança no transporte público coletivo municipal, intermunicipal e rodoviário, que é de responsabilidade dos municípios e dos governos estaduais; pelo posto de trabalho do cobrador ou a obrigatoriedade de ter um segundo trabalhador no interior dos ônibus nos setores urbanos e suburbanos; e pela defesa da democracia e contra a tentativa de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

Insegurança

O presidente da CNTTL/CUT e do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba, Paulo João Estausia, Paulinho, disse que a segurança pública foi esquecida pelos governadores e prefeitos, empresários e legisladores, e os trabalhadores têm sido alvos de assaltos à mão armada e de ataques covardes de queima de ônibus.  ”No dia 1º de dezembro, em Porto Alegre nove ônibus e um micro-ônibus foram incendiados e um motorista sofreu ferimentos leves. Outro caso de violência aconteceu em Jataí (Goiás), no dia 2, onde sete ônibus, dois caminhões foram incendiados”, relata Paulinho.

Garantia do cobrador/ agente de bordo no veículo

Paulinho explica que a CNTTL não é contra os avanços tecnológicos, mas que é necessário para a prestação de um bom e seguro serviço a presença de mais um trabalhador no interior dos ônibus para auxiliar o motorista e a população.

“É fundamental ter uma segunda pessoa no ônibus para auxiliar os passageiros durante a viagem do coletivo. O motorista tem que prestar atenção no trânsito, não pode ficar dando troco e cuidando dos problemas que ocorrem no interior dos ônibus. Por isso, entendemos que é necessário o segundo trabalhador, que pode ser o cobrador ou o agente de bordo. Hoje é proibido fazer outra função em movimento, portanto, dirigir e cobrar ao mesmo tempo é inviável e inseguro ao passageiro”, explica Paulinho.

Graças à luta do Sindicato dos Rodoviários, em Sorocaba e Votorantim foi criada a função “agente de bordo”, trabalhador responsável em ajudar os idosos e as pessoas com deficiência dentro do ônibus. A medida acabou com os assaltos e assédios.

Já em Guarulhos, uma parceria do Sindicato dos Condutores (Sincoverg) com o prefeito Sebastião Almeida (PT) proibiu a dupla função nas linhas da cidade. Mas o problema continua nas linhas intermunicipais (EMTU), que são de responsabilidade do governo do Estado de São Paulo.

Não ao golpe

O protesto nacional dos trabalhadores em transportes também defenderá a democracia e contra qualquer tentativa de golpe. “Para nós, essa tentativa de  impeachment, aprovada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), contraria interesses dos trabalhadores e caminha na contramão da democracia. Não vamos aceitar nenhuma tentativa de impeachment contra a presidenta Dilma”, frisa.

A CNTTL/CUT também definirá uma agenda de lutas que envolverá a participação dos demais modais filiados: ferroviário, metroviário, moto-táxi, portuário, marítimo, fluvial, viário e aéreo em todo o País.

Agenda de Luta

Protesto Nacional dos trabalhadores em transportes públicos da CNTTL/CUT e sindicatos filiados à CTB e UGT
Data: 16 de dezembro (quarta-feira)
Horário: 00h às 9h
Local: em todo o País

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: